Os Seres humanos são seres livres…

Nós, enquanto seres humanos, somos únicos e somos um mistério em toda a nossa existência, mas o que deixou de ser mistério para mim há algum tempo é o facto de não sermos objecto de ninguém. Nós quando nascemos dependemos dos nossos pais em grande parte para sobrevivermos, dependemos deles em todos os aspectos. Contudo, isso acontece apenas nos nossos primeiros anos de vida, pois, com o passar do tempo, vamos desenvolvendo capacidades que nos permitem libertar deles: começamos por saber comer, vestir, caminhar, falar. Com os anos, vêm mais e mais capacidades e, com isso, mais independência e responsabilidade.

Certamente, alguns de nós desenvolvem esta independência mais depressa que outros, por exemplo, aprender a cozinhar para uns é algo que lhes é natural e incutido desde muito jovens, noutros só surge quando são adultos e vivem sozinhos, noutros nem sequer existe essa necessidade. Mas, não é deste tipo de independência que me quero concentrar aqui. O que quero dizer é que nós somos seres individuais com desejos pessoais e sonhos próprios que muitas vezes são enviesados pela vontade de pais, amigos, namorados, etc. Isto não é o correcto. Pessoalmente, nós temos a nossa própria vida, os nossos interesses e gostos, tudo o resto que nos rodeia deve complementar-nos e nunca mudar aquilo que somos, muito menos ser parte da nossa pessoa.

Para manter relações saudáveis com as pessoas, devemos sempre amarmo-nos a nós próprios, e ter bastante presente os nossos valores e aquilo que realmente queremos. Tudo isto se aplica a uma relação amorosa, tantas vezes que estamos apaixonados e não vemos mais nada para além de certa pessoa, todos os nossos planos se ajustam aos da outra pessoa, fazemos tudo à espera de que no final do dia a possamos abraçar, sonhamos com uma vida em comum, amigos em comum, casa em comum… São todos pensamentos legítimos, mas quando em demasia deixam de ser saudáveis. Temos de cultivar o respeito, e o amor deve-se sobretudo a esse respeito, pelo nosso espaço e pelo espaço das pessoas de quem amamos.

Adicionalmente, não devemos permitir que nada nem ninguém no mundo exerça pressão sobre as nossas decisões, desde parceiros a chefes de trabalho, visto que se somos nós quem tem o poder de decisão, não podemos ser manipulados por pessoas cujos egos estão demasiado cegos, para perceber que existe vida e vontade para além da sua. Isto acontece muito entre pais e filhos, quando os proibimos de situações banais, como ir a uma festa de anos. Isso vai apenas criar uma insegurança perante as crianças e desenvolver adultos com medo de arriscar. Devemos sim explicar-lhes as diferenças entre o bem e o mal, ensiná-los do valor das coisas, passar-lhes ideais de respeito e amor, o que está em falta nos dias de hoje. Dar liberdade aos nossos é algo biológico, que está muito visível no mundo natural, nós não vemos os gatos ou os cães a perguntarem aos seus progenitores se deviam comer mais ou menos, pois não? Então porque fazemos isso com pessoas à nossa volta?

Igualmente, entre casais vemos este tipo de pressão diariamente, como o facto de sentir e ciúmes e não permitir a cara-metade de sair com certos amigos. No meu ponto de vista, estar num relacionamento significa estar feliz, ter confiança, ser livre e poder, simultaneamente, partilhar os meus momentos favoritos com uma pessoa que também se interessa pelas mesmas coisas que eu.

Por tudo isto, permitam-se de serem felizes, sem barreiras, porque o pecado é coisa inexistente, coisa do passado que já não se usa. Permitam-se de estarem contentes e com um sorriso na cara sem que ninguém mande nisso, mesmo que isso possa irritar outros. Porque quem está mal são os outros e não vocês por estarem bem dispostos! Muito obrigada por lerem o meu post! Mais uma vez, espero que tenham gostado!

 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s